quarta-feira, 16 de janeiro de 2019

Disponibilizando as Aulas sobre Datas Comemorativas!!! :-)

Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino


Introdução
“Pelo que celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da
maldade e da malícia, mas com os asmos da sinceridade e da verdade”. (I Co. 5:8)
Existem vários tipos de festas, festas que agradam a Deus e festas que
não agradam a Deus.
Uma festa é realmente alegre quando Jesus é convidado para ela
também! Toda vez que Jesus está na festa, algo bom sempre acontece! Foi
assim no casamento em Caná da Galileia (Jo. 2:1-11)
Nossa vida e a de nossas crianças pode ser uma verdadeira festa todos
os dias com Jesus no coração.
É preciso conhecer as datas comemorativas, bem como suas origens, a
fim de identificar as que possuem fundamento bíblico e as que não possuem.
Também é importante esclarecer a influência que determinadas Datas
Comemorativas exercem na sociedade, e qual o nosso posicionamento
enquanto educadores do Ministério Infantil, usufruindo assim, de determinadas
festividades para elaboração de um planejamento de aula diferenciado e
contextualizado com a Palavra de Deus.
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
1o de Janeiro – Ano Novo
“Coroas o ano com a tua bondade” (Sl. 65:11)
O ano novo é um marco. Se finda um tempo e outro inicia. Fazemos
planos, projetos e sonhamos. Importa que cada um desses planos, projetos e
sonhos sejam apresentados primeiramente ao Senhor nosso Deus.
Também é um momento de agradecer tanto pelo ano que se foi e pelas
bênçãos vivenciadas em cada dia dele, como pela oportunidade que Deus nos
dá de vivenciarmos mais um ano em Sua Gloriosa Presença!
Que nossas crianças possam fazer o mesmo, ter a cada dia um coração
agradecido, sabendo que “certamente a bondade e a misericórdia me seguirão
todos os dias da minha vida” (Sl.23:6)
Contação de História:
Crescendo um pouco mais
O ano está quase terminando. Você já deve ter crescido muito desde
quando nasceu não é mesmo?
Já viu como é legal ver quanto à gente cresce fazendo uma marquinha
com lápis atrás da porta ou naquelas fitas métricas coladas na parede....
A Bíblia conta a história de um menino chamado Samuel, ele também
estava crescendo bem depressa também, só que além de crescer na estatura
(tamanho), o menino Samuel estava aprendendo sobre a Palavra de Deus,
conhecendo Sua vontade, agradando ao Senhor: “E o menino Samuel crescia
diante do Senhor”. (I Sm. 2:21)
2
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Aproveite este novo ano para estudar e aprender mais sobre a Bíblia e
tudo que diz respeito ás coisas de Deus.
Continue fazendo isso todos os dias, todos os anos para que você possa
crescer espiritualmente cada vez mais! “Continuem a crescer na graça e no
conhecimento do nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo” (II Pe. 3:18)
Recurso Pedagógico:
Leve para sala potinhos ou copinhos descartáveis de café, sementes
(feijão, alpiste...), algodão. Pergunte para as crianças do que a sementinha
precisa para crescer e se tornar uma plantinha, árvore... Plante a semente com
elas.
Em seguida, explique que assim com a plantinha para crescer precisa de
água, terra, luz, nutrientes, nós também, precisamos de: Deus, Sua Palavra,
Oração, Vir á Igreja, Obedecer a Deus para crescermos espiritualmente!
No final, cada criança poderá levar sua sementinha plantada para casa e
assim acompanhar o seu crescimento.
3
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Fevereiro/Março – Sobre o Carnaval...
“Não vos conformeis com este mundo, mas transformai-vos pela
renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a
boa, agradável e perfeita vontade de Deus”. (Rm. 12:2)
Para comemorar a Páscoa (a morte e ressurreição de Jesus, na
chamada Semana Santa, pela Igreja Católica), as pessoas deveriam ficar
quarenta dias sem comer carne e sem usar bebidas fortes, como se fosse um
período de purificação. Então, eles contavam o dia que antecedia a estes 40
dias (chamado de Quaresma), e faziam neste dia uma Grande Festa de
despedida do uso de carne e bebidas. Neste dia podiam fazer toda e qualquer
extravagância. Diziam que neste dia a Carne Valia. Era o "Carne Vale". Dai a
palavra Carnaval.
Contação de História:
“Teco, o ratinho que se achava esperto”
Em um velho porão morava um ratinho que se achava muito, muito
esperto. Seu nome era Teco.
Teco também era muito curioso. Todos os dias ele revirava cada canto
daquele porão procurando restos de alimento. Até que um dia, Teco avistou um
prato de comida.
Que alegria! Sua fome ele saciaria! O prato estava bem debaixo de uma
bela caixa.
Teco mal sabia o que pela frente viria...
4
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Sentindo o cheiro da saborosa comida, sem primeiro pensar, Teco foi
correndo até lá e ao chegar bem perto... Pá!!
A caixa se fechou. Numa grande armadilha Teco entrou!
Isso também acontece numa festa que não agrada a Deus chamada
carnaval. Parece até que esta é uma festa de alegria, mas como só parece!
Cuidado com a armadilha! Nesta festa as pessoas dançam com pouca ou sem
roupas, as músicas falam de deuses, se embriagam, muito dinheiro é gasto
com esta festa enquanto tantas pessoas passam fome. As pessoas dizem que
esta é a festa da carne. Agora, vamos ver o que Deus tem a dizer sobre a
carne... “Portanto, os que estão na carne não podem agradar a Deus” (Rm.8:8).
Quem vocês acham que as pessoas que participam do carnaval estão
agradando?
A carne quer fazer aquilo que não agrada a Deus! Você deve dizer:
Não!! Todas as vezes que alguma coisa for te fazer mal ou não agradar a
Deus!!! E sabe como você pode agradar a Deus? Obedecendo à Sua Palavra,
orando, vindo à Igreja, louvando, lendo a Bíblia!
5
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
RECURSOS VISUAIS: Faça um rato usando rolinho de papel higiênico para o corpo. Forre uma
caixa de sapatos deixando-a bem bonita e cole o desenho de um queijo em um
pratinho descartável.
01 de Abril – Mais um dia para se falar a verdade
“O Senhor Deus detesta os mentirosos, porém ama os que dizem a
verdade” (Pv. 12:22)
A cultura deturpada do mundo dá a entender que uma mentirinha
só não faz mal... Desta forma, as crianças ficam sujeitas á várias delas: o
coelhinho da páscoa, a fada do dente, o papai noel, a cuca, etc.
Nosso padrão é a Bíblia Sagrada, e de acordo com ela, não existe níveis
para a mentira, não há pecado, pecadinho ou pecadão!
Um dos 10 mandamentos é justamente: “Não dirás falso testemunho”
(Êx. 20:16).
6
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
É preciso esclarecer para as crianças que todos os dias são dias de
mostrar que somos diferentes e falar a verdade sempre, pois o que fala a
verdade manifesta a justiça de Deus (Pv. 12:17)
A mentira pode é como uma teia de aranha, quanto mais a pessoa
mente, mais presa ela fica. Esta é justamente a ideia do diabo aprisionar
mentes e comportamento o diabo é o pai da mentira (Jo. 8:44).
Música (melodia : pecado, pecadinho, pecadão)
“Mentir, enganar, trapacear: Isso Não!
Mentir, enganar, trapacear: Isso Não!
Mentir, enganar, enganar, trapacear
Isso Não enche o meu coração
Sorrir, ler a Bíblia, me alegrar: Isso Sim!
Sorrir, ler a Bíblia, me alegrar: Isso Sim!
Sorrir, ler a Bíblia, ler a Bíblia me alegrar
Isso Sim! Enche o meu coração!”
7
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Contação de História:
A mentira tem seu preço
Era uma vez um homem chamado Isaque que era casado com Rebeca.
Eles tinham filhos gêmeos: Esaú e Jacó.
Isaque já estava bem velho e não enxergava direito. Ele chamou seu
filho Esaú e pediu para que ele preparasse uma refeição especial para ele, e
depois que comesse então o abençoaria. Rebeca escutou a conversa e queria
que Jacó fosse abençoado primeiro e não Esaú, por isso os dois prepararam a
comida. Aí Jacó disse à mãe: — O meu irmão é muito peludo, e eu não sou.
Se o meu pai me tocar e descobrir que sou eu, ele vai saber que estou
tentando enganá-lo. Então ele vai me amaldiçoar em vez de me abençoar. Mas
Rebeca disse para Jacó pegar a pele dos cabritos e cobrir as mãos e o
pescoço para ficar peludo, depois entregou a Jacó a refeição especial.
Jacó serviu a comida ao seu pai. Isaque comeu, e em seguida,
abençoou o filho Jacó pensando que era Esaú.
Logo depois, Esaú chegou, trazendo a refeição que seu pai havia
pedido. Mas quando entrou no quarto do seu pai, soube que Jacó o havia
enganado. Sabe o que aconteceu com Jacó? Teve que fugir de casa e ir para
um lugar bem longe, pois seu irmão não gostou nadinha do que ele tinha feito.
Jacó nunca mais pode ver sua querida mãe. Mentir custou caro e nunca é a
8
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
escolha certa a fazer, sempre devemos falar a verdade: “Deixai a mentira, e
falai a verdade cada um com o seu próximo.”(Ef. 4:25)
Recurso Visual: “A mentira é como uma teia, quanto mais a pessoa
mente, mais presa ela fica”. É preciso ligar as figuras que tem a mesma cor,
sem que as linhas cruzem entre si. Para não cair na ‘teia’ e seguir pelo
caminho da verdade! Deixe que as crianças façam com lápis, pois se errar, tem
como apagar (pedir perdão) e prosseguir longe da mentira!
19 de Abril – Dia do Índio
“Todos os povos que criaste virão e se curvarão diante de ti. Eles
louvarão a tua grandeza” (Sl. 86:9)
Os índios habitam nosso Brasil, bem antes de nosso país receber esse
nome. Os índios possuem um modo de vida bem diferente do nosso: suas
vestes, a forma de obter alimento, a construção de suas casas, seus remédios
vindos das plantas, sua língua, o respeito pela natureza, e é claro, seus rituais
religiosos.
9
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Assim como todas as pessoas os índios precisam ser respeitados e
também precisam de Deus! Conhecer a Verdade que liberta e deixar o culto a
outros deuses e reconhecer Jesus como único Salvador.
Muitos missionários estão morando no meio dos índios, comem suas
comidas, aprendem sua língua e os evangelizam, já existem caciques pastores
para glória de Deus e a Bíblia começa a ser traduzida em diferentes línguas
indígenas, mas ainda há muito por fazer: “Rogai, pois, ao Senhor da seara que
envie ceifeiros para a sua seara”. (Mt. 9:38)!
Contação de História:
"Os Índios precisam de Deus"
Você já ouviu falar sobre os Índios? Sabe o que eles fazem? Onde
vivem? Os Índios gostam de pintar o rosto e o corpo, essas pinturas servem
para demonstrar alegria, tristeza, raiva ou outras coisas.
Hoje, você vai aprender o que Deus tem a nos dizer sobre os Índios!
Você já olhou para o céu?
(Pintar uma faixa amarela do lado direito do próprio rosto)
A bíblia nos ensina que o céu é um lugar muito lindo, com ruas de ouro onde
Deus vive.
Lá não há choro, nem dor, nem tristeza. Será que haverá Índios no céu?
Um discípulo de Jesus, chamado João escreveu assim: 'Vi uma multidão tão
grande, que ninguém podia contar. Eram de todas as nações, tribos, raças e línguas...
(Ap. 7:9)
10
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Imagine só! Pessoas de diferentes lugares, reunidas para louvar e
adorar a Deus. E Índios também!
Mas será que todos os Índios vão para o céu? E você? Vai para o céu?
Infelizmente, nem todas as pessoas estarão no céu. Isso porque nem
todas as pessoas são filhos de Deus. E o que impede essas pessoas de ser
filhos de Deus é o pecado! O pecado é tudo aquilo que desagrada a Deus.
Aquele que pratica o pecado está em trevas, e a bílbia diz que não há
comunhão entre a luz de Deus e as trevas (II Co. 6:14)
Algumas pessoas acham que os Índios são pessoas puras e inocentes
por terem uma cultura diferente da nossa. Mas para Deus, os Índios também
são pecadores.
(Pintar uma faixa de cor escura do lado esquerdo do próprio rosto)
Muitos Índios acreditam que há vida em forma de espíritos nas pedras,
árvores... e eles tem medo desses espíritos, e se submetem a eles fazendo
rituais. Nós também somos pecadores, por vezes fazemos o que é errado,
desobedecemos a Deus.
Precisamos reconhecer nossos pecados, confessá-los a Jesus. E agora,
vem a boa notícia: Deus nos ama tanto que que enviou seu Filho Jesus, para
que todo aquele que Nele crer, não pereça, mas tenha a vida eterna. (Jo. 3:16),
Deus permite que nossos pecados sejam perdoados! Isso pelo sangue de
Jesus que morreu em nosso lugar, mas não ficou morto, Ele ressuscitou!
E esta boa notícia é para os Índios também!!!
(Pintar uma faixa de vermelho no próprio nariz)
11
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Já existem tribos indígenas sendo alcançadas pela Palavra de Deus.
Através de missionários que vão viver entre os Índios cumprindo o chamado de
Deus, anunciando a Salvação.
(Pintar uma faixa de branco do lado direito do próprio rosto)
Você também precisa crer em Jesus! Reconhecer que é pecador e pedir
que Ele seja o seu Salvador!
Quando alguém crê em Jesus, é como se nascesse de novo, precisando
de cuidados especiais para crescer, assim como uma plantinha. E você precisa
crescer em sua vida com Deus! Leia a bíblia, faça oração, venha sempre à
Igreja aprender mais sobre Deus, fale de Jesus para outras pessoas!
Os Índios precisam crescer espiritualmente, crendo somente em Deus!
(Pintar uma faixa de verde do lado esquerdo do próprio rosto)
E quem vai orar pelos Índios? Quem vai contar á eles sobre o amor de
Deus?
Eu e você, podemos fazer parte do plano de Deus para a Salvação dos Índios!!
Música (melodia: 1, 2, 3 indiozinhos)
“1, 2, 3, Indiozinhos
4, 5, 6 Indiozinhos
7, 8, 9 Indiozinhos
Precisam da salvação!
12
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Reconhecer os seus pecados, crer que Jesus é o Salvador
Viver uma vida em santidade, pra ir morar no Céu!”
Recursos Visuais: Você poderá fazer um coração e dividi-lo em 5 partes, recorte papéis
nas cores referentes que se encaixem como um quebra-cabeça, a medida que
conta a história vá colando uma cor.
Faça para as crianças um cocar com penas de E.V.A ou papel criativo
nas cores da história (do livro Sem Palavras).
13
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Abril – Páscoa!
“Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós” (I Co. 5:7)
Páscoa: Alerta e Informações
A Páscoa nada tem a ver com coelhinhos e ovos de chocolate, cuja
mensagem é a do comércio que se fortalece numa festa em que o significado
bíblico é o último a ser lembrado.
Simbologias da Páscoa:
• Ovos – Podem ser de pato, galinha e até avestruz. Esotericamente
representam o início de uma nova vida
• Chocolate – Matéria-prima escolhida por ser bem aceita pelo
consumidor
• Coelho – Simbologia da fertilidade se tornaram amuletos de sorte.
Os adultos não podem se esquecer de que o verdadeiro sentido da
celebração deve ser ensinado às crianças antes da distribuição dos ‘ovos’.
Comer chocolate/ovos não é pecado. É pecado acreditar que isso é a
Páscoa! A Páscoa significava a esperança da liberdade do cativeiro egípcio para
uma vida nova de paz e prosperidade numa terra exclusivamente sua.
Páscoa= Passagem. No antigo testamento, uma passagem no Mar Vermelho.
No Novo Testamento a passagem é no coração dos homens.
14
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Páscoa significa Passagem (da escravidão á Liberdade). É uma das três
grandes festas, em comemoração ao êxodo, ou seja, da libertação dos
israelitas no Egito.
O início da festa começava com uma refeição sacrificial: “Naquela noite
comerão a carne assada ao fogo, com pães asmos e ervas amargas. (Ex.
12:8)”.
• Cordeiro assado ou cabrito era a recordação do sacrifício;
• Pão sem fermento é a pureza;
• Ervas amargas é a recordação da amarga servidão no Egito.
Jesus Cristo deu novo significado á Páscoa, sua ressurreição marca a
nossa passagem da morte para a Vida! Das trevas para a Luz! Podemos
desfrutar da libertação do pecado, da morte e da miséria na qual estávamos, e
olhar para o futuro com esperança uma vez que Cristo é a nossa Páscoa:
Lançai fora o fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como
sois sem fermento. Pois Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. (I Co.
5:7) e, hoje, ao celebrarmos a Santa Ceia assim como foi a primeira celebração
da Páscoa, estamos anunciando que Ele virá nos libertar deste mundo
tenebroso e, enquanto Ele não vem, estaremos protegidos do Anjo destruidor
por causa do Seu Sangue que está aspergido sobre a Sua Igreja!!!
15
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Contação de História:
Tristeza ou Alegria?
Vocês já ficaram tristes com alguma coisa? Já choraram?
Pois é.... A Bíblia nos conta a história de uma mulher que estava
chorando , ela estava muito, muito triste. Isso porque uma pessoa muito
querida que ela conhecia havia morrido. Sabem quem era essa pessoa?
Jesus!
Ele foi crucificado numa sexta-feira e por isso ela e os discípulos
estavam tão tristes.
No domingo de manhã, bem cedinho. Ela foi correndo para visitar o
túmulo onde haviam colocado o corpo de Jesus. Mas quando ela chegou, teve
uma surpresa! Ela viu o lençol, que foi usado para envolver o corpo de
Jesus. Mas o corpo não estava mais lá. Sabem por quê? Jesus ressuscitou!!!
No começo ela ainda não tinha entendido o que estava acontecendo.
Quando ela percebeu que Jesus havia ressuscitado, ela ficou tão feliz,
mas tão feliz, que saiu correndo para contar aos discípulos a Boa notícia:
Jesus ressuscitou! Jesus ressuscitou!
Esse lençol está aqui para nos lembrar que Jesus não está morto, Ele
está Vivo!!!
16
Recursos Visuais: Coloque um lençol branco em um canto da sala e use
carinhas tristes e alegres para demonstrar durante a contação da história.
Teatro: Você escolhe o Cordeiro ou o Coelho?
(Ovelhas andando no meio da Igreja, apitando, com placas e entregando
folhetos e dizendo):
- Não troque o cordeiro pelo coelho! Não troque o cordeiro pelo coelho!
(O pai coelho junta seus filhos e pergunta):
-Ei, ei! Que passeata é essa?
Ovelha 1 : Estamos fazendo uma passeata sobre a Páscoa!
Coelho 1 : Ah! Nós somos muito importantes para a Páscoa né pai?
Pai coelho: (Se dirige á outro filhote ): Filhinho mostra pra ele.
Coelhinho 2: (Se posiciona na frente para a Igreja e começa a cantar bem alto):
“De olhos vermelhos, de pelo branquinho”.


(É interrompido pela ovelha 2 que diz):
Ovelha 2: Não é nada disso!
Pai coelho: O que vocês tem contra nós?
Ovelha 2: (Põe a mão no ombro do pai coelho e diz): Nada. Mas seu Coelho
seja sincero, a dona coelha bota ovos??
Pai Coelho: É.... pra ser sincero nunca! As coelhas tem de 4 á 12 filhotes cada
vez que ficam grávidas e elas ficam grávidas até 6 vezes em 1 ano.
Esses aqui são alguns dos meus filhotes, em casa tem mais 40 todos a minha
cara!!
Ovelha 3= Então seu Coelho, tem muita gente enganando e sendo enganada
dizendo que a Páscoa é do coelho e dos ovos de chocolate.
Ovelha 1= Estamos aqui para falar sobre a Páscoa de verdade!
Pai Coelho: Páscoa de verdade!! (ele olha para seus filhotes): filhotes, vamos
prestar atenção!
Ovelha 3: Há muito tempo atrás, o povo de Deus tinha o costume de sacrificar
uma ovelha, como nós, para que Deus perdoasse seus pecados.
Pai Coelho: (assustado): Puxa! Quer dizer, que nessa Páscoa vocês vão
morrer?
Ovelha 2: Nããão. Isso foi há muito tempo, antes da vinda de Jesus.
Pai Coelho: E quem é Jesus?

Ovelha 3: Jesus é o Filho de Deus! Um dia, ele nasceu, cresceu e morreu
crucificado pelos pecados dos homens, no lugar deles. Mas a melhor notícia é
Ele não ficou morto, ao 3o dia Ele ressuscitou!! Ele vive!
Pai Coelho: Estou envergonhado. Todo esse tempo eu ensinando meus filhotes
que somos importantes na Páscoa. Mas hoje aprendemos que Jesus é mais
importante. Pois Ele veio para dar a Salvação!
Ovelha 1: É isso aí!!!
Pai Coelho: (Olhando para seus filhotes) : Meus filhotes, não esqueçam de
contar o que aprendemos hoje para seus irmãos que ficaram em casa, eu
conto para a mamãe Coelha!
Ovelha 2: Seu Coelho, já que seus filhotes gostam de cantar temos uma
música para ensinar! ( encerre cantando um louvor infantil sobre a Páscoa!)
Maio 2o Domingo – Dia das Mães
“Honra a teu pai e a tua mãe – que é o primeiro mandamento com
promessa – para que te vá bem, e vivas muito tempo sobre a terra”
(Ef. 6:2,3)
Família
O termo ‘Família’ nos dias de hoje tem se alterado com os novos
modelos (mães que criam seus filhos sem a presença do pai, avós ou tias que
assumem o papel materno por inúmeros motivos, a adoção...). Portanto, ao se
falar tanto sobre o dia das Mães como o dia dos Pais, o professor deve estar
19
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
atento se suas crianças convivem com suas mães, para não as constranger
nas atividades ou apresentações, e com sabedoria explicar às que por algum
motivo não estão com suas mamães, que quem cuida tão bem delas merece
receber também uma homenagem.
A Igreja, portanto, não deve se esquecer do sentido original dado por
Deus. A presença da família na sociedade é fundamental para a construção e
para a formação de valores éticos que devem ser ensinados às novas
gerações.
É na família que se encontram a segurança, o aconchego, a
solidariedade, a aceitação, o respeito, a amizade, sobretudo o amor. Isso
significa que família é mais do que ter laços de sangue, é compartilhar uma
vida, uma vida como presente do Senhor!
Contação de História:
Flores: sempre especiais
Era uma vez, uma menina chamada Alice, o dia das mães já estava
chegando, mas Alice ainda não sabia o que dar para sua mãe. Suas amigas já
haviam comprado chocolates, bolsas para suas mães. Mas Alice não tinha
muito dinheiro... Depois da escola, Alice resolveu passear no jardim.
Lá ela viu muitas flores. A primeira que viu foi a rosa e se lembrou de
que a rosa representa o amor, e logo ficou pensando nos gestos de amor de
sua mãe.

Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Mais a frente Alice viu as margaridas e ficou pensando como se sentia
segura todas as vezes que a mamãe estava por perto.
Alice também viu no jardim um girassol e pensou nos abraços
carinhosos de sua mãe.
No jardim tinha flores bem pequenininhas eram as violetas, ao vê-las
Alice pensou nos cuidados de sua mãe ao leva-la para Escola Dominical, ao
conversar, ao orar juntas.... Eram tantos detalhes que faziam uma grande
diferença.
Alice estava decidida a dar uma daquelas flores para sua mãe. Foi
quando viu um cravo e logo se lembrou de sua prima Erika que mora só com o
pai, o tio de Alice. Alice pensou que tem muitos pais, tios, avós e avôs que
cuidam com muito carinho e amor de mãe. Resolveu dar para sua mãe uma flor
de cada pois todas tem sua beleza e importância, assim como as pessoas que
nos amam e cuidam de nós!
Recurso Visual: Leve para sala diferentes flores ou pelo menos
fotos ou desenhos. Conte para a criança sobre o perfume e beleza de cada flor,
mas deixe uma flor para o final: o Cravo, explicando que o cravo também é
uma bela flor, pois tem muito papai que cuida dos filhos com muito amor!!!
Música (Melodia: O cravo e a rosa )
Mamãe hoje é o seu dia
E eu quero te agradecer
Te dar muitos beijinhos
Com carinho amo você!
Junho – Sobre Festas Juninas....
“Todas as pessoas desses lugares falam da nossa visita a vocês...
e contam como vocês deixaram os ídolos para seguir e servir ao Deus
vivo e verdadeiro” (I Ts. 1:9)
As festas ‘joaninas’ faziam parte da tradição pagã, em que se adorava o
deus Júpiter, séculos mais tarde, a igreja católica associou os santos mais
populares para a festa junina a fim de substituir as festividades pagãs. Sendo
assim, no mês de Junho os católicos demonstram sua devoção aos santos:
Antônio, João e Pedro.
João Batista e Pedro sempre recusaram qualquer tipo de adoração –
João disse: “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.”(Jo.1:29), “É
necessário que Ele cresça e que eu diminua”(Jo.3:30) Pedro disse á Cornélio que
veio se prostrar aos seus pés: “Levanta-te, que eu também sou homem”
(At.10:25,26)
Ainda está em dúvida sobre as Festas Juninas? Basta pensar assim:
O que Jesus faria em seu lugar?
Devemos nos atentar para as associações, algumas igrejas chegam a
comemorar a “festa junina gospel”, não digo que seja pecado, mas há aqui o
problema da associação. Vamos à Bíblia: Lv.18:2 – “Eu sou o Senhor, não
sigam os costumes do povo do Egito...”
I Co. 10:23 – Tudo é permitido, mas nem tudo convém. Tudo é permitido, mas
nem tudo edifica!
Somos referência para os pequeninos, importa assumirmos nossa
identidade e posicionamento cristãos, não confundindo suas mentes, mas
sempre os instruindo no Caminho que devem andar.
Não proíba simplesmente as crianças de participarem destas festas,
explique sobre o que Deus pensa a respeito disso sempre à Luz da Palavra de
Deus!
Contação de História: Um grande desafio
Há muito tempo atrás, havia um profeta de Deus chamado Elias.
Certa vez, Elias chamou Acabe que era rei de Israel para um grande desafio.
Elias disse assim:
- Venha Acabe e os profetas de Baal se encontrar comigo no monte
Carmelo.
Porque Acabe era um rei que fazia coisas que não agradavam a Deus.
Ele juntamente com sua mulher e outras pessoas adoravam um deus chamado
Baal. A Bíblia nos ensina que nossa adoração tem que ser somente para Deus:
“Não adore outros deuses...”(Ex. 20:3).
Quando chegaram lá, Elias disse:
- Até quando vocês vão ficar em dúvida sobre o que vão fazer? Se o
Senhor é Deus, adorem ao Senhor. Se Baal é deus adorem Baal!
Aquelas pessoas não responderam nada. Elias disse que os profetas de
Baal deveriam matar dois touros, um ficaria com eles e outro com Elias. Um
touro seria colocado no altar dos profetas de Baal e o outro Elias colocou no
altar do Senhor. Os profetas teriam que orar para Baal e Elias ao Senhor. O
Deus que respondesse com fogo sobre o altar seria o Deus de Israel.
O que você acha que aconteceu?
Pois é, os profetas de Baal gritaram, gritaram mas Baal não mandou
fogo.
Foi aí que Elias preparou o altar, colocou nele o touro e mais ainda:
pediu para que derramassem em cima do touro quatro grandes jarras cheias de
água, ficou tudo encharcado. Elias orou ao Senhor Deus e é claro, caiu fogo do
céu!!
As pessoas ficaram todas admiradas, se ajoelharam com o rosto perto
do chão e diziam: Só o Senhor é Deus!
Viu só? O Senhor nunca nos abandona quando confiamos nEle!
Recurso Visual: “Só o Senhor é Deus!”. Em nossa vida o primeiro
lugar é de Deus! Faça com as crianças essa medalha, demonstrando que o
primeiro lugar é do Senhor! Use uma tampa de achocolatado ou similar, cole o
número 1 em E.V.A e depois cubra com papel alumínio.

26 de Julho – Dia dos Avós
“A beleza dos jovens está na sua força, e o enfeite dos velhos são os
seus cabelos brancos”. (Pv. 20:29)
Estamos vendo o crescimento da população pertencente á terceira idade
em nosso país. Também tem aumentado as ofertas destinadas á eles como
viagens, planos de saúde, ginástica, trabalho, estudos, etc. Mas e quanto ao
respeito aos idosos? Tem seguido esse aumento? Infelizmente é possível
acompanhar em telejornais o descaso com nossos velhinhos, por até mesmo,
membros da família, não convém que seja assim. Precisamos transmitir ás
nossas crianças a importância e valor dos velhinhos. Se eles não estivessem
aqui, estaríamos nós?

Os velhinhos também precisam da santa Palavra de Deus! As crianças
(netos e netas muitas vezes) podem evangelizar seus avós através do respeito,
carinho e até mesmo de uma programação especial para eles na escolinha!!!
Que possamos ter mais avós como a de Timóteo - Lóide que o ensinava
sobre a fé sincera (II Tm. 1:5)
Contação de História: Eles sabem muita coisa
Olá! Tudo bem com vocês?
Quantos anos você tem?
Quem aqui mora ou visita seus avós? E como eles são? (cabelos
brancos, usa óculos, trabalha....)
O que seus avós fazem que mais te deixa feliz?
Os avós são crianças como vocês?
Hoje eles são velhinhos ou também chamados de idosos. Mas sabia que
seu avô e sua avó já foram criança também? Gostavam de correr, brincar,
pular, se divertir como você! Depois eles cresceram e ficaram adultos.
Os avós já viveram e passaram por muitas coisas, por isso, eles têm
mais experiência que as crianças, adolescentes e até adultos!
É sempre importante ouvir o que os mais velhos têm a nos dizer e
respeitá-los agrada a Deus.
Trabalhando com Datas Comemorativas no Ministério Infantil- Sandra de Andrade Curcino
Recurso Pedagógico: Hora de expressar os talentos – confeccione com
as crianças um cartão para homenagear alguém mais velho. Pode ser o vô, a

vó, bisavós ou algum vizinho.