quarta-feira, 22 de novembro de 2017

Dia da Bíblia!!! Está chegando!!!






Presidência da República
Casa CivilSubchefia para Assuntos Jurídicos
Institui o Dia da Bíblia.
O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1o Fica instituído o Dia da Bíblia, a ser celebrado no segundo domingo do mês de dezembro de cada ano, em todo o território nacional.
Art. 2o Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação.

Brasília, 19 de dezembro de 2001; 180o da Independência e 113o da República.

FERNANDO HENRIQUE CARDOSOAloysio Nunes Ferreira Filho
Francisco Weffort




O que você escolheria? 
 (depois de refletir, você poderá usar essa história para fazer uma contação, adaptando algumas palavras para melhor compreensão das crianças)
Um senhor rico e velho reuniu a seus criados no dia de seu aniversário e lhes ofereceu uma dádiva.
–       Que prefere você? – disse ao moço que cuidava de seu cavalo. Você escolhe esta Bíblia ou estes R$ 500.
–       Senhor – respondeu o moço – eu preferiria a Bíblia se soubesse ler, porém, como não sei, me será mais útil o dinheiro. 
–       Bem, pode levar, é seu.
–       E você, que prefere das duas coisas: a Bíblia ou os R$ 500 – perguntou ao jardineiro.
–       Minha pobre mulher está tão enferma, que necessito mais do dinheiro do que de qualquer outra coisa, respondeu o jardineiro, inclinando-se e tomando os R$ 500.
–       Marta, você que sabe ler – disse o amo dirigindo-se à cozinheira – quer a Bíblia?
–       Eu sei ler, senhor, porém, nunca tenho tempo para ler um livro, e com o dinheiro poderei comprar um vestido.
–       Está bem.
Por fim, chegando-se ao garoto de recados, disse-lhe:
–       Roberto, você quer os R$ 500 para renovar o teu terno, que já está velho, ou a Bíblia?
O garoto agradeceu a oferta em dinheiro, mas aceitou a Bíblia.
–       Minha querida mãe tinha o costume de ler e ensinar-me que a Palavra do Senhor é melhor que todo o ouro e a prata. Se o senhor me permite, escolherei o bom livro.
–       Deus o abençoe e faça com que a sua boa escolha lhe traga riquezas, honras e uma longa vida.
O rapaz recebeu-a; e ao abri-la um pedaço de ouro caiu ao solo; voltando com presteza as folhas, achou entre elas muitos cheques, enquanto os outros três criados, compreendendo a sua má escolha, foram embora cabisbaixos e pesarosos..






Para você que é de São Paulo sugiro a visita ao Museu da Bíblia   (MUBI) que fica em Barueri!  Há visitas monitoradas para crianças e adultos confiram as programações em: http://www.museudabiblia.org.br/

E para saber mais sobre o Dia da Bíblia é só acessar: http://www.diadabiblia.org.br/
















quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Dica do Dia! Oração!!!

Vamos falar sobre Oração com as crianças???
Acompanhem essas sugestões de Dinâmicas, Contações  Louvores e Atividades!

Esse nó parece complicado, mas é bem fácil de fazer, eu não uso os lenços, somente faço os nós.



Deus responde nossa Oração: Sim, Espera, Não!




Minha Oração (Cristina Mel)

Fala Comigo (Precioso Rebanho)


Abaixo estão 6 das muitas orações respondidas por Deus e registradas na Bíblia! Você sabe quem orou? Ligue o nome de cada personagem com a oração que ele fez:


Sugestões de Livros:







http://gmcgmjrsantamaria.blogspot.com.br/2014/06/aula-23-importancia-da-oracao-para-as.html

http://tiasdaescolinha.blogspot.com.br/2017/08/a-chave-da-oracao.html
http://tiasdaescolinha.blogspot.com.br/2014/02/o-poder-da-oracao.html

Orar antes de fazer algo, é dependência
Orar depois de fazer algo, é gratidão
Orar sempre é comunhão!


Suas orações são cartas de amor ou listas de compras? (Josemar Bessa)






quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Deus criou o Homem e a Mulher!!


Olá amigos e seguidores do blog tiasdaescolinha!!!

Tem vídeo novo e espero que possa ajudar vocês. 
Dessa vez o tema é Deus criou o homem e a mulher - 
a Ideologia de Gênesis!!!
 Fiquem a vontade para incluir mais passagens bíblicas sobre o assunto. Mas lembrem-se de explicar o suficiente para  cada faixa etária. 
Por exemplo: uma criança de dois, três anos não precisa de tantos detalhes para que ela não se confunda com tantas informações. 
Quanto mais objetivo for o ensino, melhor será. 
No final desta postagem há uma sugestão de atividade do blog investindo nas crianças
Que o Senhor abençoe cada ministração de vocês
 com poder e grande glória!
 E que nossas crianças tenham por princípio de vida 
a Palavra de Deus que é Viva e Eficaz!!!

Em Cristo,

Tia Sandra Curcino :-)




http://4.bp.blogspot.com/-cD5oeIz6ntA/TnPsFLE-K9I/AAAAAAAADh4/pC00RW7ZEQQ/s1600/3956279691_08c6550b0c_b.jpghttp://4.bp.blogspot.com/-Hx-2SUuI9Qo/TnPsFvdk_LI/AAAAAAAADiA/sOnk4mFLoRk/s1600/3956279469_e9da9639bf_b.jpg


 Em uma das atividades que já fiz com as crianças, depois de ouvirem esta lindíssima canção, cada criança recebeu um pedaço de massinha de modelar para formar algo que Deus criou! Foi lindo!!! 




créditos:
https://www.youtube.com/watch?v=oGpycvLK_nc&feature=youtu.be
http://investindonascriancas.blogspot.com.br/2011/09/6-dia-atividade-deus-fez-o-homem-e.html?m=1





quinta-feira, 26 de outubro de 2017

500 anos da Reforma Protestante!!! Aula especial para as crianças!!!

31 de Outubro de 1517
Precisamos trazer à nossa memória e à nossa prática de vida e de ensino para nossas crianças a bênção que foi a Reforma Protestante. Pois muitos andam adulterando a mensagem do Evangelho. 
Resultado de imagem para reforma protestante 500 anos para crianças
Plantemos a semente da verdadeira mensagem do Evangelho no coração delas, e assim, quando ouvirem algo diferente, que foge aos ensinamentos bíblicos, saberão, não apenas identificar, mas estarão preparadas a indicar O Caminho a outras pessoas, quer sejam seus coleguinhas, quer sejam adultos. 

Para esta aula separe:
uma roupa que precisa de reforma, 
algumas balas (pode substituir por uvas, biscoitos..), 
a bíblia e uma medalha. 

Você pode dividir a aula em duas ou mais partes. O importante é frisar bem os conceitos básicos da nossa fé. 

Inicie falando sobre algumas reformas que vemos por aí, reformas em casas, prédios ou até mesmo em uma roupa. Mostre a roupa e pergunte o que leva uma pessoa a reformar algo. Aguarde as respostas e em seguida, enfatize que reformar é “dar forma melhor e mais aperfeiçoada; modificar algo estava em mau estado e pôr em bom estado”.

Hoje, eu quero falar sobre uma reforma que aconteceu na Igreja há muitos anos. Não estou falando de paredes quebradas, tijolos, cimentos ou coisas do tipo. Você pode imaginar que reforma foi essa? (Ouça as crianças, é possível que ela já tenha conhecimento básico do assunto. Reforce que foram necessárias mudanças, pois a Igreja não estava mais ensinando a Palavra de Deus – mostre sua bíblia – e as pessoas estavam se afastando cada vez mais do Senhor).

Para vocês entenderem um pouco sobre esses erros, vou precisar de ajuda. (Chame uma criança e mostre um punhado de balas, ou outra guloseima). Imagine que podem ser suas todas essas balas. Tome, segure-as. Ah, mas eu fico pensando se você realmente merece essas balas. Alguma vez você desobedeceu seus pais? (A criança falará que sim, então retire uma ou mais balas. Faça o mesmo após cada pergunta até que a criança fique sem nenhuma). Você já disse alguma mentira? Já brigou com um colega? Já ficou com raiva? Ih, eu acho que você não merece essas balas. Vai ficar sem! Receber um presente e depois ser tirado de você é ruim demais! E pior ainda, saber que nunca vai conseguir, já que para recebê-lo tem que ser tão certinho. Impossível! Agora eu quero que você imagine que o presente não são essas simples balas, mas a salvação, a vida eterna, a certeza de que iremos morar com Deus para sempre. Quem merece esse presente? Aguarde as respostas. Ninguém! Mas... Há muitos e muitos anos, a Igreja ensinava que as pessoas deveriam fazer coisas para merecer a salvação e o perdão dos seus pecados. O que vocês acham que as pessoas deviam fazer? (Incentive a participação e reforce as boas obras). Mas a coisa piorou ainda mais quando chegou a compra das indulgências. (Peça para as crianças repetirem essa palavra e explique que a indulgência, ou o perdão dos pecados, era dada a quem fizesse as coisas certinhas para merecer ou para quem poderia comprar). Um grande “vendedor” de indulgências (Tetzel) gostava até de cantar uma musiquinha mais ou menos assim “Assim que uma moeda no fundo do cofre cai, uma alma para o céu vai”.

Em meio a tudo isso vemos um monge chamado Martinho Lutero. Ele morava na Alemanha. Lutero queria muito agradar a Deus, mas sempre se sentia culpado, com medo e isso lhe causava muito sofrimento. Ele pedia perdão a Deus toda hora e nunca se sentia perdoado, porque achava que não merecia, mesmo se esforçando tanto para ser uma boa pessoa. (Sente e levante algumas vezes como se estivesse pedindo perdão, com expressão de contrição e sofrimento. Peça para as crianças fazerem o mesmo).

Lutero começou a estudar mais e mais a Palavra de Deus. Ainda bem que ele tinha acesso à Bíblia, poucas pessoas tinham esse privilégio, não só porque tinham poucos exemplares, mas também porque não eram escritas na língua do povo. Lutero estudou, buscou a Deus de todo coração. E um dia ele leu: “visto que a justiça de Deus se revela no evangelho, de fé em fé, como está escrito: O justo viverá pela fé” (Rm 1.17). Uau! Finalmente Lutero entendeu que por ele mesmo não tem como ser justo, mas a salvação vem pela fé, pela fé em Jesus. Que alívio! (Mostre as palavras perdão, salvação e segurança e peça para as crianças dizerem o que essas palavras tem a ver com o que aconteceu com Lutero).

E agora, essa descoberta ficaria só para ele? De jeito nenhum! Lutero continuou seus estudos e escreveu 95 pontos que a igreja estava errando e que precisava corrigir. Ele foi até a porta principal da igreja e pregou lá. Esse era o costume da época, a porta da igreja era tipo um mural para a cidade. Isso aconteceu no dia 31 de outubro de 1517. Então, neste ano essa data tão importante está completando 500 anos. 

No começo, parecia que ninguém se interessou, mas poucos anos depois essa boa notícia se espalhou e as pessoas começaram a seguir as ideias de Lutero. Isso não agradou a liderança da igreja. Lutero foi perseguido e corria perigo de morte. Eles pediram para Lutero negar o que tinha escrito e o que estava ensinando, Lutero disse que até poderia fazer isso se eles o convencessem, usando a Bíblia, que o que ele estava falando era errado. Mas eles não puderam fazer isso, não é crianças? Então, Lutero e outros tantos foram chamados de protestantes. O perigo continuou por um bom tempo, mas Lutero continuou a ensinar, escrever (inclusive para crianças!), compor músicas e traduzir a Bíblia para que mais pessoas pudessem ter acesso à Palavra de Deus.

Os Cinco Solas
Quer conhecer os cinco pontos que resumem bem esses ensinos 
(mostre com os dedos da sua mão)?

Esse resumo é conhecido como as Cinco Solas. A palavra Sola quer dizer só, somente. Veja:

Se seu filho/aluno souber ler, peça que leia os versículos entre parênteses.

• Somente a Escritura (Sola scriptura): tudo o que somos, cremos e tudo o que fazemos precisa estar em obediência ao que a Bíblia diz. Ela é a Palavra de Deus, somente ela! (2Tm 3.16-17)

• Somente Jesus (Solus Christus): não existe outra forma de termos o relacionamento consertado com Deus a não ser por meio de Jesus Cristo. (1Tm 2.5)

• Somente a graça (Sola gratia): graça é um presente que a gente não merece. Não somos salvos pelo que fazemos. A salvação é de graça, pela graça. Quem pagou o preço foi Jesus, na cruz, morrendo pelos nossos pecados. (Ef 2.8-9)

• Somente a fé (Sola fide): para sermos salvos, é preciso ter fé em Jesus Cristo. É Deus que nos dá fé suficiente para crermos em Jesus Cristo como nosso Salvador e Senhor: a fé é dom de Deus. (Gl 3.11)

• Glória somente a Deus (Soli deo gloria)
: tudo o que fazemos (tudo mesmo) é para glória de Deus, ele deve ser sempre o primeiro em tudo. (1Co 10.31)

Observe se esses pontos ficaram claros para as crianças. Reforce, se necessário. 
Peça para que as crianças falem como nós estaríamos hoje, se pessoas como Lutero (houve muitos outros) não tivessem lutado para tornar a Palavra de Deus conhecida e, por meio dela, conhecermos a Deus e a salvação em Jesus. Encerre esse período com orações de gratidão pela ação de Deus na vida de pessoas comuns que foram usadas pelo extraordinário e único Deus. Desafie as crianças a também se empenharem para estudar a Palavra e torná-la conhecida.

creditos: 
http://perfeitolouvorinfantil.blogspot.com.br/
http://www.ultimato.com.br/conteudo/como-falar-da-reforma-para-criancas

O Hino da Reforma - Castelo Forte foi escrito por Martinho Lutero